expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Ir ao cabeleireiro

Cortar o cabelo é das tarefas mais chatas e inúteis que o ser humano faz. Quem é que se lembrou de inventar os cabeleireiros? Quem é que foi a primeira pessoa a perceber que nem toda a gente tem jeito para cortar cabelos? É uma pessoa que apreciava bastante conhecer para lhe provar que está errada.

Eu, que não tenho jeito para nada, consigo perfeitamente cortar o cabelo a mim próprio - tanto que até o fazia quando era miúda. Eu vou ao cabeleireiro, gasto dinheiro, perco tempo e na verdade a única coisa que acontece é que fico com menos dois centímetros de cabelo. 

Uma ida ao cabeleireiro justifica-se para pessoas com o cabelo direito. Eu tenho o cabelo escadeado que não é muito diferente daquilo que fiz quando era miúda. Mais, na altura em que era estúpida o suficiente para ter franja, era eu que a cortava quando me começava a irritar. Se cortássemos o cabelo em casa já não tínhamos o problema do "só quero mesmo cortar as pontas mas por favor corte metade do cabelo". 

Conclusões: eu odeio cortar o cabelo.

2 comentários:

  1. Ahahahah adorei! E aprendi uma coisa sobre ti: que cortas cabelo a ti própria! :o
    Em tanto ano de amizade não fazia a minima ideia!

    http://getup-makeup.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não corto o cabelo a mim própria. Só não pagava ir cortar a franja quando a tinha :P

      Eliminar