17:51

Não ligo muito ao futebol fora das quatro linhas. São dramas atrás de dramas, sobretudo no verão. Não há campeonato e portanto as notícias escasseiam. No entanto, hoje veio a público um ponto do acordo de rescisão entre o Sporting e Marco Silva que me apraz comentar.

Falei da ida do JJ para a concorrência (concorrência do Braga e Guimarães porque a única concorrência do meu clube são os nortenhos) mas não falei de Marco Silva e já está na hora de o fazer. Pensava que o ia fazer quando o LFV o contratasse para suceder ao JJ, mas LFV nunca foi um presidente capaz de arriscar dessa maneira.

Mas não é para falar do Benfica que aqui estou. Marco Silva foi para o Sporting numa altura extremamente complicada. Não tinha os melhores do mundo e mesmo assim conseguiu pôr o clube do Campo Grande a jogar como já não o fazia há anos. Venceu uma Taça de Portugal. Sete anos depois os adeptos voltaram a festejar qualquer coisa. Não foi o campeonato, mas será assim tão fácil vencer um campeonato no Sporting? Vejamos o que faz JJ. 

Agora o acordo dá direito ao ex-Estoril a um ano de ordenado (cerca de 500 mil euros, muito abaixo dos milhões que JJ vai receber) e diz que não pode treinar nem Benfica nem Porto durante determinado período de tempo. Mas que raio de palhaçada é esta? Marco Silva é um dos melhores treinadores deste país e é assim que é tratado? Despedido com "justa causa" porque o presidente é uma criança e quer "roubar" o treinador do adversário?

Estou para ver a "aposta na formação" que o JJ vai fazer e mais quantos irão recusar juntar-se a ele nos rivais da segunda circular. Quem sai pior disto tudo é Bruno de Carvalho que se comportou como uma criança e mostrou, mais uma vez, ser uma pessoa de nível muito baixo. E queixava-me eu do Pinto da Costa...

Relacionados

0 comentários