expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Quando o Éder se arma em jogador

Assim que vi o "11" de Portugal eu avisei:


Pode parecer que tenho uma bola de cristal. Não. Sou só sarcástica. Digo isto sempre que o Éder joga. Mais ou menos como disse ontem quando o Coentrão saiu lesionado para dar o lugar ao craque Eliseu. Felizmente para a selecção e infelizmente para mim, esgotaram-se as piadas do Éder. Já não tenho tantos golos marcados na selecção como o Éder e o Éder já não tem menos golos que o Makukula. Estou especialmente chateada por esta última piada ter perdido a veracidade já que me permitia relembrar esse astro da bola que passou pelo Benfica.


Mas não se enganem. Este Éder disfarçado de jogador de futebol esteve sempre lá. No Braga até marca regularmente. O problema é o nome. No Braga é Éderzito e na selecção é só Éder. É por isso que é um jogador diferente. Problemas de identidade, está claro.

Preparem-se adversários. Agora que o Éder começou a marcar já não pára até atingir a média de 3 golos/jogo. Está perto. Tem actualmente uma média de 0,0555556 golos/jogo. Números incríveis para um ponta de lança e pouco abaixo dos 0,25 golos/jogo que o Makukula tem na selecção. Bora Éder, estamos contigo!

Sem comentários:

Enviar um comentário