expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Há quartos que têm rodas!

Hoje estou aqui para fazer serviço público. Não é normal, mas parece-me que é necessário. 

A maioria das pessoas não sabe distinguir "alugar" de "arrendar". Claro que não faz sentido haver duas palavras para algo que é praticamente o mesmo, mas já que existem convém que as usemos correctamente. Há uns dias ouvi o Marcelo Rebelo de Sousa falar em alugar casas. Já todos sabíamos que ele tinha a rapidez do Flash (sim porque ler tantos livros numa semana implica uma velocidade de fazer inveja ao Usain Bolt), só não sabíamos é que tinha a força do super homem. Para alugar uma casa é preciso ser-se um super herói. Marcelo Rebelo de Sousa é um dois em um. É um homem destes que eu quero para Presidente da República.

Mas para aqueles que não têm a força física do professor Marcelo, é capaz de ser importante continuar a ler para ver se os "aluga-se quarto" e os "aluga-se apartamento" param de aparecer. 

Diz o artigo número 1023 do Código Civil que: "a locação diz-se arrendamento quando versa sobre coisa imóvel, aluguer quando incide sobre coisa móvel". É tão simples quanto isto. É por isso que pagamos renda de casa e não aluguer. Alugamos um carro e arrendamos um quarto. A menos que o quarto tenha rodinhas e possamos levar para qualquer lado. Aí também alugamos.


Sem comentários:

Enviar um comentário