A playlist para quem nasceu nos anos 90

18:42

Pessoas da década de 90, levantem-se do sofá, metam o volume do computador ou do telemóvel no máximo e curtam do melhor som de sempre (sem julgamentos, todos nós ouviamos o mesmo).

Iran Costa - O Bicho (1995)



É mau? É. É ridículo? É. Ainda assim todos nós sabemos ainda hoje a coreografia (ainda mais ridícula que a música) disto. E quem é que foi ver um concerto do Iran Costa, quem foi? Sim, fui eu.

Alanis Morissette - Ironic (1996)


Este é um daqueles casos em que nunca mais se ouviu falar da cantora (há mais destes nesta lista). O meu lado rock amava esta música e cantava (no meu inglês rudimentar) o refrão com uma força descomunal.

Spice Girls - Wannabe (1996)



Facto: acho mais piada a esta música hoje em dia que alguma vez na minha infância porque nunca fui fã de girlsbands. Isto é basicamente a prova de que a "música do meu tempo" afinal não era toda excelente.

Natalie Imbruglia - Torn (1997)


Ah, a beleza da pop simples. Já não se fazem músicas destas hoje em dia. (Esta é mais uma daquelas que desapareceu depois desta música).

Santamaria - Eu Sei, Tu És (1998)



Arranjar a palavra certa para descrever o estilo os Santamaria é impossível e é assim que sabemos que uma banda ou um artista é diferente dos outros todos. Não que ser diferente seja necessariamente bom, mas todos nós sabemos metade da discografia dos Santamaria de cor.

Enrique Iglesias - Bailamos (1998)



Qual "Bailando" qual quê? Está para chegar a música latina que supere este hino. Sabem o que é que é difícil? Estar a estudar e isto a começar a dar. Quantas vezes é que isso não aconteceu durante a faculdade quando a minha prima (que era minha colega de casa) tinha a brilhante ideia de ligar TV no VH1.

Britney Spears - ...Baby One More Time (1998)



"Ah, a Britney Spears não canta nada"; pois não e então? A maioria dos cantores de hoje em dia também não, a diferença é que a Britney conseguiu fazer músicas épicas (ou péssimas, chamem-lhe o que quiserem).

Excesso - Eu Sou Aquele (1998)



Da mesma forma que eu não era grande fã de girlsbands, também não o era de boysbands, sobretudo das portuguesas. Se sei esta música praticamente toda? Sim, mas o meu cérebro gosta simplesmente de acumular informação inútil.

Backstreet Boys - I Want It That Way (1999)


Acabei de me aperceber que só conhecia o refrão disto tamanha era a minha admiração pelos Backstreet Boys. Mas tenho saudades (e acho que fazem falta) destas boysbands em que ninguém sabe verdadeiramente cantar.

Ricky Martin - Livin' La Vida Loca (1999)


Definição de épico no priberam: "1. Da epopeia ou a ela relativo; próprio da epopeia; 2. Alto, levantado, sublime; 3. Poeta épico; 4. Música "Livin' La Vida Loca".


Anjos - Ficarei (1999)



Tenho uma amiga que amava os Anjos e acho que aquilo que a conquistou foi a coreografia desta música que é para lá de brilhante.

Vengaboys - Boom Boom Boom Boom (1999)


Eu era super fã dos Vengaboys, até tenho um CD (gravado,claro) deles que por acaso nem tem esta música. Claro que, quando a ouvia, não fazia a mínima ideia do que é que a letra falava e portanto podem imaginar a vergonha que sinto hoje em dia de cada vez que me lembro que cantei esta música num festival da escola em frente a toda a gente. Se eu sabia alguma coisa de inglês? Não, estava no 5.º ano e nem internet tinha. Ainda assim uma professora de inglês veio dizer-me que tinha uma pronúncia impecável.

Jennifer Lopez - Let's Get Loud (1999)


Da coleção "gente que não sabe cantar mas de quem nós gostávamos na mesma" chega Jennifer Lopez e esta música épica. Eu era tão fã que foi difícil escolher qual a música melhor para este post porque eu gostava de todas.

Vanessa Carlton - A Thousand Miles (2001)



Adoro esta música. A sério. Aquela melodia inicial é fantástica o que contrasta completamente com o vídeo que é só estúpido.

Non Stop - Ao Limite Eu Vou (2001)


Pessoas que são da década de 90 e não sabem esta letra do início ao fim envergonham esta geração. Não faço ideia de onde é que vieram as Non Stop nem sei se têm mais música (aliás sei porque elas foram à Eurovisão com uma bastante má) mas isto, meus amigos, é um dos maiores hinos da música portuguesa de sempre.

Shakira - Whenever, Wherever (2001)


Ao contrário do que acontece agora eu era grande fã da Shakira. Conhecia as músicas todas e esta era uma das minhas preferidas. Claro que ainda hoje me pergunto como é que ela conseguiu cantar esta letra toda sem ficar sem ar.

Maxi - Anjo Selvagem (2001)


Que atire a primeira pedra quem não via e adorava a novela em que o José Carlos Pereira chamava trinca-espinhas à Paula Neves. Ah, as memórias que esta atuação ao vivo péssima traz.

Las Ketchup - The Ketchup Song (Asereje) (2002)



Estava numa festa da terrinha este verão quando isto começa a dar. Logicamente comecei a dançar (se bem que aquilo que eu faço não se pode apelidar de dançar) com a coreografia fantástica que toda a gente sabe. Quem é que ainda se lembra da teoria de que a letra da música podia ter um significado satânico? Bons velhos tempos.

Avril Lavigne - Complicated (2002)


Lembro-me de colegas de escola comprarem aquelas revistas de adolescentes (que orgulho que eu tenho de nunca ter gasto dinheiro nisso) e elas trazerem a letra desta música. 

LeAnn Rimes - Cant Fight The Moonlight (2002)


Quem nunca viu o Coyote Bar pelo menos 200 mil vezes não sabe o que é estar em casa ao fim de semana sem net e tv cabo.

O-zone -  Dragostea Din Tei (2003)


Da mesma forma que cantava inglês sem saber o que estava a dizer, ainda hoje canto romeno ou moldavo ou o que quer que isto seja sem saber uma única palavra. Se eu tivesse de eleger o maior hit de sempre seria esta música. Vocês não percebem o que eu fazia por esta música. Havia um top qualquer na Cidade FM (não julguem, todos nós passámos por essa fase) à noite que eu ouvia TODOS os dias porque esta música estava em 1.º lugar. Outra coisa certa era o álbum deles em primeiro lugar do Top + todas as semanas e lá estava eu aos pulos na sala a ver o vídeo deles num avião.

Luka - Tô Nem Ai (2003)



Nunca fui fã de música brasileira no entanto, sabe-se lá como, esta conquistou-me até a mim. Cantava isto por todo o lado.

Natasha Bedingfield - Unwritten (2004)



"FELL THE RAIN ON YOUR SKIN" é dos meus versos preferidos da história para cantar. Esta é uma daquelas que eu ainda ouvira hoje se estivesse a passar na rádio (até porque é melhor que 99% do que dá na rádio).

Da Weasel - Retratamento (2004)


Tenho uma amiga que canta isto como ninguém (estou farta de referir pessoas neste texto e o mais incrível é que são todas pessoas diferentes). O que é assustador é que que nós, com 10 anos, ouvíssemos isto sem sequer fazermos ideia do que a letra significava.

Anastacia - Left Outside Alone (2004)


A Anastacia é uma diva esquecida com o tempo, mas, Anastacia, se estás a ler isto, fica a saber que tu e a tua voz fenomenal têm um lugar especial nas minhas playlists (mentira, não ouvia isto há anos).

Melanie C - First Day Of My Life (2005)


Sabem aquelas músicas que toda a gente ama e vocês odeiam? É o meu caso com esta. Isto fez um sucesso tremendo na altura e eu não suportava ouvir aquela vozinha querida. 

Blue - Curtain Falls (2005)


Quem é que não se lembra da música do Simão e da Ana Luísa? Eu tinha-me esquecido dos Blue até que eles decidiram voltar e tentar a sua sorte na Eurovisão (conseguiram quase um top 10 que é basicamente uma vitória para o Reino Unido) e aí fui relembrar os grandes (e péssimos) hits.

D'zrt - Para Mim Tanto Me Faz (2005)


O maior orgulho da minha vida é conseguir fazer a parte do Angélico nesta música e chegar ao fim ainda a respirar. Esta é presença assídua quando certas pessoas previamente mencionadas neste texto se reúnem no karaoke (ou quando essas mesmas pessoas vão de carro a algum lado porque alguém, que não sou eu, tem um CD dos D'zrt).

Gato Fedorento - Rap dos Matarruanos (2006)


Terminamos com uma coisa que não é bem uma música mas que me apareceu nas sugestões do youtube. Todos nós sabíamos (ou sabemos?) isto de trás para a frente. E o triste é que nós nem questionávamos esta bela letra. Isto é sobre alguém que namora com uma ovelha. Como é que isto fez tanto sucesso? Não sei, mas ri-me muito depois de anos sem ouvir isto.

Estas e muitas outras músicas incríveis nesta playlist (de nada):

Relacionados

7 comentários

  1. Um cd do concerto no coliseu dos D'ZRT, pormenor importante, que há conta disso sei as partes onde dizem "boa noite coliseuuuuu" e "façam barulhoooooo"!
    Saudades!

    ResponderEliminar
  2. Porra, estamos muita velhas Jeca! Que saudades destes tempos, apesar de ao olhar para está playlist até tenho vergonha ahahah

    ResponderEliminar